Mais de R$ 11 milhões serão destinados a hospitais universitários da PB pelo Ministério da Saúde

A maior verba ficou para o Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande?, que receberá R$ 7.549.487,01. (Foto: Walla Santos)

Os hospitais universitários da Paraíba localizados nas cidades de Cajazeiras, Campina Grande e João Pessoa receberão uma verba de R$ 11,89 milhões, além de novos equipamentos para a melhoria dos serviços prestados. O investimento foi anunciado por meio de uma portaria que foi publicada nesta terça-feira (21) pelo Diário Oficial da União.  O investimento é liberado através do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Federais (Rehuf). 

A maior verba ficou para o Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande, que receberá R$ 7.549.487,01. Em seguida, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), em João Pessoa, que será contemplado com R$  4.125.090,21. Por último na linha de investiment destinado está o Hospital Universitário Júlio Bandeira de Mello (HUJB), em Cajazeiras, no Sertão do estado que receberá R$ 224.947,00.

Para o superintendente do HUAC, professor Homero Rodrigues, esse tipo de iniciativa simplifica os processos de aquisição de equipamentos, facilitando a modernização do parque tecnológico dos hospitais. "A verba destinada ao HUAC é para a aquisição de um tomógrafo digital de 64 canais e um angiógrafo digital, além de monitores cardíacos e ventiladores pulmonares destinados às unidades de terapia intensiva", informou.

Em todo o Brasil, a medida contempla oito tomógrafos, usados para exames de imagem raio x, 11 angiógrafos digitais, usados em diagnósticos vasculares, além de diversos aparelhos de anestesia para ambiente de ressonância magnética, ventiladores pulmonares (suporte ventilatório de pacientes) e monitores multiparâmetros (monitoramento de sinais vitais).

Segundo o presidente da Ebserh, Kleber Morais, a iniciativa valoriza o fato de a estatal formar uma Rede de hospitais, gerando economia de cerca de R$ 15 milhões para os cofres públicos por meio de uma compra centralizada. “Esta ação mostrar algumas das inúmeras vantagens da Rede Ebserh, possibilitando economia nas compras, e ainda demonstrando como uma boa gestão pode beneficiar os hospitais e os pacientes que precisam dos atendimentos”, afirmou Kleber Morais.

Acesse aqui, a lista com os 29 hospitais contemplados com investimentos do Ministério da Saúde.

Compartilhe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo de carater ofensivo, por favor denuncie.

Comentários (0)


Deixe um comentário